29 de set de 2011

Quando as crianças descobrem a sexualidade

A descoberta da sexualidade faz parte do desenvolvimento da criança
Em meu percurso como educadora, percebo uma demanda muito grande quando o assunto é sexualidade infantil. Recebo muitas perguntas de pais que, não sem razão, preocupam-se com indagações e ações de seus filhos com relação ao tema. Dúvidas sobre o que é próprio ou não para a faixa etária, em que medida deve-se ou não responder aos questionamentos, questão de identidade com o gênero, enfim, um sem fim de inseguranças.


Via de regra tudo isso faz parte do desenvolvimento saudável da criança desde que sem exageros. Uma regrinha vale sempre. Quando nos deparamos com uma atitude inesperada da criança, que não consideramos adequada, desde que sem gravidade, não se deve imediatamente sair em busca de terapias e “consertos”. É preciso observar se foi um ato isolado ou se é um fato recorrente que se estende por um longo período.
A criança, quando livre das fraldas começa a descobrir-se e demonstrar uma curiosidade que, se de acordo com sua idade, deve ser contornada explicando a ela que certas “pesquisas” devem ser feitas na privacidade, como quando vamos ao banheiro. É preciso evitar passar uma conotação de que essa descoberta é ”feia” ou “suja”.
Entretanto, pais e educadores devem estar atentos é às situações compulsivas e recorrentes. Antes de qualquer coisa indica-se uma investigação médica para verificar se não há alguma causa física como um corrimento ou infecção de urina, por exemplo, que esteja fazendo com que a criança se manipule com maior frequência. Eliminadas essas causas, quando a criança insiste em um comportamento em casa ou na escola, pode-se propor mudança de atividades como jogos histórias ou brincadeiras fazendo com que ela perceba que aquele momento é inapropriado para sua “pesquisa”.
Quando o assunto é “pergunta embaraçosa” não há quem não se sinta constrangido, sem saber o que responder. A dica é: dê sempre respostas diretas e verdadeiras. Se uma criança pergunta como ela nasceu, não está querendo saber desde a concepção como foi, nem está esperando um tratado sobre sexo. Ela espera uma resposta direta a sua pergunta. Pode-se começar respondendo: “Você nasceu no hospital” ou “Você nasceu da barriga da mamãe.” Se a curiosidade da criança foi satisfeita, ela vai parar por aí. Se não foi certamente virá outro questionamento e talvez mais outro até que ela obtenha uma resposta que satisfaça sua dúvida.
Se o adulto ficar muito embaraçado ou se não souber a resposta deve ser claro e sincero dizendo que não sabe a resposta e que vai buscar saber para depois dizer a ela. Mas não se esqueça de dar a ela essa resposta depois, pois caso contrário ela certamente buscará com outras fontes, que provavelmente não serão tão seguras como amigos da mesma idade, revistas ou internet.
Existem algumas curiosidades recorrentes como a “Síndrome da castração” descrita por Freud em que muitas crianças assustam-se ao ver o amiguinho no banheiro e perceber que ele ou ela tem algo a mais o a menos. As meninas pensam que perderam um pedaço ou que ainda vão desenvolver. Os meninos ficam horrorizados pensando que as meninas perderam uma parte e que isso também irá acontecer com eles. Por isso, é importante lidar com naturalidade deixando que as crianças desde pequenas tomem banho com os irmãozinhos ou seus pais, agindo assim com naturalidade.
Precisamos nos conscientizar que as crianças crescem e descobrem seu corpo e dos outros. As crianças não têm uma visão erótica dessas manifestações, elas existem no pensamento estereotipado do adulto.
É preciso lembrar que a ligação afetiva da criança com seus pais começa até antes do nascimento e evolui por meio da demonstração dessa afetividade com abraços, palavras doces, carinho e cumplicidade. Coloquem-se no lugar da criança e permitam que se sinta respeitada e acolhida em suas dúvidas. Só assim se criará uma relação de confiança e a criança saberá que pode buscar nos pais respostas verdadeiras, estabelecendo um elo forte e perene.

Karen Kaufmann Sacchetto (Pedagoga)

20 de set de 2011

Escola, Blog, Lanche e Prenda

Eu estava decidindo se postaria ou não a foto da escola da Brunna aqui no blog, mas então tomando todo o cuidado possível apaguei as informações que achei de bom tamanho e resolvi sim postar. Faço o blog para ela e ilustro com as fotos tb, claro. Um dia quero q ela veja e leia o qto a sua infância foi legal e o qto suas mamães fizeram para que ela fosse uma pessoa feliz. O blog no momento é privado e muitos podem estar se perguntando para que então tanta precaução, assim como já me questionaram pq ainda coloco as marquinhas nas fotos... eu explico: assim como hj esse blog é privado (apenas para as pessoas de confiança), amanhã nunca se sabe. Ele já foi público, era legal, tinha um monte de comentários e visitações, coisa que já reduz muito o tornando privado, mas o fato é q um dia posso sentir vontade de abrí-lo novamente e então os post's novos e tb antigos estarão a disposição para quem entrar no blog, e assim já estará tudo bem protegidinho. :)

Todas as segundas tem o lanche coletivo e é bem legal!
Nesse dia da foto era aniversário de uma professora de outra turminha, mas que convidou a turma da Brunna tb. Foi festinha para duas turmas. :) Essas crianças são lindas, né? E a que aparece servindo é a Profe Di, profe da Brunna. E a pequena comendo cheetos, rssss. =P
A semana por aqui começa já na quarta-feira, pois os gaúchos tiveram um feriadão. Dia 20 é Dia do Gaúcho, né filha? E sexta tem festinha na escola e ela se transformará na mais linda prenda!!!

Terceiro Dia de Viagem

No café da manhã do hotel! Até as Barbie's foram!!!

Comendo um cereal e assistindo seu dvd tranquilamente.

Café da manhã ao lado das mamães é tudo de bom!!!

Dançando ballet no restaurante.

Todo mundo olhava e daí que ela se exibia mais ainda, hahaha.

Da outra vez q ficamos nesse hotel ela tinha medo dessa ponte pq balança. Dessa vez não teve medo e adorou.

Adora gangorra!

Já com soninho na hora do almoço.

Correndo pelo restaurante, hehe.
E assim nossa viagem chega ao fim... foram dias felizes demais!!!

Segundo Dia de Viagem

No hall do hotel correndo em direção aos dindos!
  
Na van, no colo da mamãe, fazendo um passeio pela praia.

Achou uma pracinha no caminho e óbvio que foi brincar!

Cheia de poses até para escorregar!

Apaixonou-se pelo mar e queria tirar a roupa de todos os jeitos, rssssssss.

A felicidade está no sorriso das 3!

Uma corrida pelo calçadão!

O tempo esquentou e ela cansou...

Dois minutinhos no banheiro e quando a mamãe volta... a arte estava feita!

Pedimos um bercinho pra ela só na segunda noite, mas pouco ficou nele.

Cama das mamães é sempre + gostoso!!!!

Primeiro Dia de Viagem

Fim de semana retrasado estivemos viajando e aproveitamos bastante! A Brunna fez amizades no hotel e ferveu horrores. Foram 3 dias bem divertidos e vou ilustrá-los com fotos, separando em 3 post's (um por dia).

Desenhando na cama do hotel:

 Tem só 2 aninhos, mas já sabe o q significam letras e monta uma ao lado da outra e depois faz de conta que está lendo de verdade!


Na sala de recreação do hotel:

Adorou jogar ping-pong!

Prontinha para dormir!!!

Fazendo a Tasha dormir, hehe.

Acho que uma princesinha dormiu primeiro, hehehe.

Ela encanta!

Na casa da dinda Jordana, fazendo folia na poltrona!
Esse rostinho, esse jeitinho, esse sorriso, me encanta demais!!!!

Brinquei na Praça

Ela ama brincar na praça!!!
Esse dia estava mesmo ótimo. :)

Espuletinha

Ela gosta de dançar, correr, pular e se olhar no espelho, sempre.
Vídeo antes de sairmos para conhecer a escola nova.

Boneca e Bonequinha

Brunna conheceu a priminha Júlia e mostrou que adora os bebês!
Foi super carinhosa (como deu p/ ver nas fotos dos outros post's) e atenciosa com a priminha. No início pensou que Júlia fosse uma boneca, depois descobriu que era mesmo uma boneca, mas de carne e osso!

A primeira superação

Como falei em outro post, ela superou o medo da cama elástica e assim que subiu pela primeira vez a mamãe correu para registrar. Então depois dessa vez ela se soltou de vez!!! :)

19 de set de 2011

Pré-desfralde

A Brunna ganhou um penico musical e um livro muito legal chamado "Hora do Penico para Meninas", pq ela está no "pré-desfralde" como eu digo, rssss. Estamos estimulando para que o processo de desfralde seja tranquilo para ela. Então agora é assim: quando ela pede tiramos a fraldinha e deixamos que tente, algumas vezes deu certo, outras vezes ela avisou depois que já havia feito. Tb está na fase de dar tchau para o xixi e o cocô no vaso sempre que ela ou as mamães fazem. Ela acha o máximo e a gente aplaude.
Quando saimos no fim de semana encontramos 4 livros nas livrarias daqui sobre o assunto: 'Hora do Penico para Meninas', 'Hora do Penico para Meninos', 'Cocô no Trono' e 'O que é que se faz com um penico?'. Comprei o meu preferido, o que achei mais adequado à maturidade da Brunna, o mais colorido e com figuras grandes e o que achei que daria maiores resultados. Vamos ver!
Seguem as sugestões a quem interessar:

Hora do Penico para
Meninas/Meninos
Autor: Dawn Sirett
Editora: Salamandra
Passar da fase da fralda para a calcinha/cueca é sempre um momento de ansiedade e expectativa para as crianças e seus pais. Neste livro, as imagens bem coloridas são como um guia que ensina como usar o penico, fazer sua higiene pessoal e largar de vez a fralda para ingressar numa nova fase da infância, com mais autonomia. Divertido, este livro traz uma cartela de adesivos para dar como recompensa pelos progressos conseguidos e utiliza imagens de crianças para criar uma total interatividade, tornando o aprendizado uma grande brincadeira!
O Que É Que Se Faz Com Um Penico?
Autor: Marianne Borgardt
Editora: Salamandra
Com este livro, o desfraldamento pode ser vivido de forma estimulante e natural. Brincando com imagens e colocando em movimento figuras do livro, a criança vai se divertir enquanto se familiariza com o penico e descobre as vantagens de usá-lo.

Cocô no Trono
Autor: Benoit Charlat
Editora: Companhia das Letrinhas
Largar as fraldas e aprender a usar a privada não é tarefa fácil, nem para as crianças nem para os pais. Essa é uma fase que envolve planejamentos e mudanças na rotina - afinal, ter de mandar dez cuecas ou calcinhas e dez shorts por dia para a escola do filho não é atividade corriqueira. 'Cocô no trono' é um livro divertidíssimo para qualquer um, mas muito útil para quem se vê às voltas com tantas mudas de roupa suja por dia. Estampado em formato grande, em páginas reforçadas e bem coloridas, um pintinho tira sarro de vários bichos que já aprenderam a sentar no trono - e que fazem cada um sua 'espécie' de cocô. Mas, ao final, ele também apresenta sua performance solo e, para completar, ainda toca a descarga, tarefa que cabe ao leitor desempenhar, apertando um botão sonoro.

16 de set de 2011

Na Escola eu aprendo e me divirto!

Na escola eu aprendo bastante coisas legais e nesse dia aí a Profe Di ensinou uma pintura com cordão. Hoje eu tb fiz um trabalho com tinta! ADORO.


Na minha agenda veio escrito que eu adoro cantigas de roda e gosto mesmo!!!!


15 de set de 2011

Ela pede!

A cada dia ama mais brincar com massinha de modelar e pede quase todos os dias.


Mãozinha mais amada do mundo que cria coisas maravilhosas com a massinha! 

7 de Setembro

"7 de Setembro
Data tão festiva
Foi a independência dessa terra tão querida
Viva, viva,
Viva a independência do Brasil, do Brasil!"

Ela chegou assim da Escola no dia 6, com essa faixa verde na cabeça... chegou no dia do soldado com um chapéu q ela mesma fez na Escola, mas a mamãe não tirou foto.





14 de set de 2011

Crescendo e Aparecendo

 Essa menina a cada dia está mais encantadora. Seu crescimento nos emociona e enche as mamães de orgulho!
Com seus 2 anos e 3 meses está formando algumas frases e já canta várias músicas. Chegou em casa cantando três musiquinhas que a profe canta na escola e eu reconheci direitinho. "Boa tarde amiguinhos", "Guarda guarda" e "Tchek tchek". Uma fofa!
A Brunna com 8 meses começou a dizer "mamãe", falou várias palavrinhas super cedo, mas depois das otites de repetição (a partir de 1 aninho) acabou sendo prejudicada e agora, apesar de ser muito falante, não é uma criança que forma frases com tanta facilidade e comete erros da idade, claro. Mas notamos seu crescimento nessa área tb e estamos sempre estimulando a sua fala. Ela já consegue se fazer entender na maioria das vezes e tem compreensão de muita coisa. A tendência é melhorar cada vez mais. Não estamos preocupadas nem ansiosas, como tanta gente comenta ou nos pergunta. Sabemos que no tempo certo ela dará um grande salto de desenvolvimento e teremos o resto de nossas vidas para aguentar sua matraquice, hahaha. Pq com certeza ela será bem tagarela, pois sempre foi mesmo q falando russo, rs.
Ontem na escola ela ouviu uma história sobre estrelinha e a noite me pediu queijo (se deixar não para mais de comer) e então respondi que não tinha queijo. Ela olhou pra cima e disse que o queijo estava lá no céu. Ficamos bem surpresas pela resposta dela.
Como já contei aqui, ela consegue abrir a porta da casinha dela e fala: "abiu póta!" Então agora tudo ela acha q é assim q deve dizer. Se consegue abrir um pote por exemplo, ela diz "abiu póta", se quer pegar uma coisa q está presa e ñ consegue ela grita: "abí póta!" É uma figura.
Semana passada ela pediu para tirar a fralda e ir no banheiro. Para tudo ela fala "cocô" (tanto cocô quanto xixi), então a sentei no vaso e não é que fez xixi? Comemoramos! Ontem qdo fomos buscá-la na escola a profe disse que ela viu uma coleguinha sentar no vaso e tb pediu. Esse é o lado bom de ficar numa turma avançada, né? Os mais velhos acabam servindo de modelo. Então ontem antes do banho ela pediu cocô e a Mami a sentou no vaso, novamente fez xixi. Outra festa! Hoje ela fez cocô na fraldinha e qdo terminou me disse: "Tiá cocô!" Perguntei surpresa: "Tu quer tirar o cocô?" E ela: "Aham!", já foi e deitou na cama esperando pela mamãe. Até bem pouco tempo ela gostava de ficar cocô e detestava trocar a fralda, hoje já avisa e faz questão de dizer que aquilo na fralda é "eca"! Logo, logo vai chegar o dia que de fato começaremos a tirar a fralda e usar calcinhas super fofas, de estrelinhas, corações, sapinhos, hello kitty e princesas. Ai ai minha menina está ficando moça!